Dermatologia

Dra. Suzana Kilian

A dermatologia é a especialidade médica que trata da pele e seus anexos (cabelos/ pêlos, unhas e glândulas sudoríparas), bem como alterações na sua estrutura física, bioquímica ou imunológica que resultam em variadas doenças ou disfunções dermatológicas.

Além das doenças, a dermatologia também se ocupa da prevenção do câncer de pele, da orientação para a manutenção de uma pele saudável, e apresenta variados recursos para contrapor as alterações da pele decorrentes do processo do envelhecimento, seja este normal ou acelerado em função de fatores externos, como você pode ler mais em outras áreas deste site.

Saiba mais sobre:

O envelhecimento é um fenômeno natural que acomete o ser humano, presentando externamente suas manifestações na pele, bem como nos anexos cutâneos (cabelos e unhas). Na pele é caracterizado pela perda da elasticidade da pele (rítides ou rugas), distribuição irregular da pigmentação (manchas), diminuição da espessura da derme por perda de colágeno e elastina (o que contribui para a flacidez) e irregularidade da epiderme (textura irregular).
Além destas, contribuem também muito para o aspecto do envelhecimento as transformações que ocorrem nos tecidos que sustentam a pele. As
mudanças nos coxins de tecido celular subcutâneo, a reabsorção óssea (“esqueletização”) e a diminuição do tônus muscular determinam conjuntamente o aspecto de perda de volume facial (especialmente nas regiões temporais e malares) e a flacidez, que é característica marcante neste processo.
Felizmente, com a evolução das técnicas e procedimentos, é possível hoje interferirmos neste processo de maneira bastante significativa.
Dois pontos são muito importantes. O primeiro, quanto mais precocemente inicia-se o tratamento dos primeiros sinais de envelhecimento da pele, mais facilmente obtém-se um resultado natural por um período prolongado. E o segundo, faz-se necessária a combinação de procedimentos para abrangermos as diferentes necessidades e manifestações clínicas deste processo. Por exemplo, uma pele com flacidez importante, manchas e rítides, mesmo que submetida a uma cirurgia de lifting facial, apresentará uma redução da flacidez, mas continuará com manchas e rítides, a não ser que seja tratada com outras técnicas associadas, como peelings, lasers, toxina botulínica e preenchedores.
Saiba mais sobre estes procedimentos nos links deste site.

Suzana Kilian Lucena (CRM 5747)
Médica Dermatologista

Md-codes ou códigos médicos, é uma técnica avançada de preenchimento facial com ácido hialurônico, desenvolvida por um cirurgião plástico brasileiro, que visa repor os volumes da face perdidos com o envelhecimento, de forma tridimensional, devolvendo um aspecto mais jovem.

A Sutura Silhouette Soft © é um fio de sustentação com cones, reabsorvível, composto predominantemente de Ácido polilático, que ao ser absorvido estimula a produção de colágeno. Está indicado para diminuir a flacidez da face, pescoço, região do umbigo e braço.

Laser fracionado de Erbium

O laser ablativo fracionado Erbium 2940nm tem como característica uma penetração superficial na derme, permitindo uma recuperação rápida pós procedimento.

Este tratamento permite uma melhora da textura e firmeza da pele, e pode ser realizado na face, pescoço, colo, braços e mãos, bem como outras áreas corporais com cicatrizes e estrias.

Logo após o tratamento ocorre uma sensação de ardência durante aproximadamente 1 hora, acompanhada de eritema (vermelhidão) importante, que geralmente cede dentro de poucas horas. Em alguns casos, esta vermelhidão pode durar até 3 dias. Também ocorre a formação de crostículas, muito discretas, que caem espontaneamente em torno de 7 a 10 dias na face e 15 dias em média nas áreas extra-faciais.

Na maioria dos casos, o paciente pode retornar às atividades normais 1 a 2 dias após a realização da sessão de tratamento.

Muito útil tanto para tratamentos faciais quanto para pescoço, colo, mãos, antebraços, além de outras áreas corporais.

Laser fracionado de CO2

Este é um laser ablativo fracionado, mundialmente utilizado para tratamentos de rejuvenescimento, resurfacing, cicatrizes de acne, cicatrizes traumáticas ou cirúrgicas, e estrias. Permite desde tratamentos mais agressivos até tratamentos mais suaves, como por exemplo o chamado “drug delivery”, onde o laser é usado para abertura de pequenos canais de passagem na pele para entrada de ativos específicos para hidratação, estímulo de colágeno, e distribuição da hiperpigmentação.

Muito útil tanto para tratamentos faciais quanto para pescoço, colo, mãos, antebraços, além de outras áreas corporais.

Suzana Kilian Lucena (CRM 5747)
Médica Dermatologista

Para saber mais, clique na imagem.


Técnica realizada com aplicação injetável de ácido hialurônico, o que determina melhora da hidratação, elasticidade e turgor da área tratada, criando assim aquela vitalidade natural que toda pessoa deseja.

Para saber mais, clique na imagem.

O excesso de pelos é um problema extremamente comum. Para a maioria das mulheres, e para uma considerável parcela dos homens, o fim do uso diário do barbeador, da pinça ou mesmo das torturantes sessões de depilação soa como um sonho.
Vários lasers e fontes de luz estão atualmente disponíveis com a promessa de remover permanentemente os pêlos, embora alguns tipos ainda careçam de documentação científica. Por isto, para a segurança de um tratamento de confiança, é importante consultar sempre um dermatologista habilitado.
O objetivo da depilação a laser é promover uma redução significativa permanente no número de pelos. Normalmente são necessárias várias sessões para a obtenção do resultado desejado.
Antes do tratamento, a raspagem e o uso de cremes depilatórios são permitidos, mas a depilação com cera ou pinça devem ser descontinuados algumas semanas antes. A pele da área a ser tratada não deve estar bronzeada, e necessita ser mantida protegida da exposição solar até o final do tratamento.

Suzana Kilian Lucena (CRM 5747)
Médica Dermatologista

Para saber mais, clique na imagem.


Peeling Químico é o nome dado à uma esfoliação da pele causada por diferentes substâncias químicas, as quais provocam uma destruição controlada da pele e consequente regeneração desta, porém com um aspecto mais jovial e um toque mais suave.
Dentre as indicações para a realização de peelings químicos temos fotoenvelhecimento (rugas superficiais, melanoses solares (manchas escuras), queratoses actínicas, acne, cicatrizes superficiais de acne, etc.
De acordo com a substância química a ser empregada, o peeling atinge diferentes profundidades na pele, sendo então classificado como muito superficial, superficial, médio ou profundo.
Alguns tipos de peelings necessitam de preparo prévio da pele, e em todos deve ser evitada a exposição solar até que a pele esteja completamente recuperada. As contra-indicações mais frequentes são gravidez, amamentação, herpes simples labial ativo, alergia prévia, cirurgia recente, presença de feridas e exposição contínua à radiação solar.

Suzana Kilian Lucena (CRM 5747)
Médica Dermatologista

Para saber mais, clique na imagem.

 

O preenchimento facial é uma técnica utilizada para correção de áreas de perda de volume facial, seja decorrente do envelhecimento (sulcos e rugas), seja por cicatrizes provenientes de acne ou outras causas.

A técnica de preenchimento é muito procurada em todo o Brasil e no mundo, pois quando realizada por profissional capacitado permite uma melhora de aparência natural, através de um procedimento seguro, realizado sob anestesia tópica, sem necessidade de internação e recuperação relativamente rápida (nos primeiros dias subsequentes pode ocorrer um edema de intensidade e duração variáveis, em torno de até 3 dias, e eventualmente a formação de hematomas).
Dentre os diversos preenchedores existentes, o que mais se destaca é o ácido hialurônico. Esta substância existe naturalmente no ser humano como componente do espaço extra-celular (espaço que existe entre as células), e mais da metade da concentração de ácido hialurônico no corpo encontra-se na derme. Com o envelhecimento, ocorre uma diminuição da capacidade de produção do ácido hialurônico, o que é um dos fatores determinantes no desenvolvimento de sulcos e rugas.
Para fins de rejuvenescimento facial, o ácido hialurônico é produzido em laboratório, por um processo de fermentação bacteriana. O risco de reação alérgica ao produto é mínimo, não sendo realizados testes prévios.
O resultado obtido permanece por períodos de 6 a 18 meses, dependendo especialmente da área de aplicação do produto e da resposta individual do paciente.

Para saber mais, clique na imagem.

A tendência estética atual é manter uma aparência jovial na maturidade. Seguindo esta tendência a toxina botulínica tipo A (Botox®/Dysport®) veio contribuir em muito para assegurar esta conquista da geração atual.

O QUE É A TOXINA BOTULÍNICA?

Trata-se de uma proteína altamente purificada produzida a partir de um microorganismo chamado Clostridium botulinum, e que é usada de forma segura para o tratamento de rugas dinâmicas na face, pescoço e região pré-esternal (“V do decote”), bem como para reduzir o suor excessivo de axilas, palmas e plantas.

Na face, a toxina botulínica é usada principalmente no tratamento das linhas de expressão horizontais na testa, da glabela (entre as sobrancelhas) e dos “pés de galinha”. As dobras e sulcos na área da glabela são freqüentemente indesejáveis por darem a impressão de raiva ou emoções negativas. Os “pés de galinha” ou rugas perioculares laterais, embora freqüentemente mais percebidos pelos amigos que pelo próprio paciente (porque naturalmente esticamos as sobrancelhas e a região lateral dos olhos quando nos olhamos no espelho) aumentam com o passar dos anos devido à contração dos músculos ao redor dos olhos quando sorrimos ou quando nos expomos à claridade intensa, denunciando o avançar da idade.

COMO A TOXINA BOTULÍNICA AGE?

A toxina botulínica bloqueia a liberação de acetilcolina, substância responsável pela transmissão de impulsos elétricos que provocam a contração muscular.

Como as linhas de expressão na face freqüentemente são resultantes da hiperatividade muscular, a injeção de toxina botulínica na área afetada leva a uma atenuação ou até desaparecimento completo destas rugas, uma vez que a mesma provoca uma paralisia temporária destes músculos.

COMO É REALIZADO O PROCEDIMENTO?

O procedimento é realizado em consultório, através da injeção da toxina nas áreas afetadas. O paciente pode retornar imediatamente às suas atividades normais, com a ressalva de não manipular as áreas tratadas, nem deitar ou abaixar a cabeça durante as primeiras 4 horas após o tratamento.

Os efeitos tornam-se visíveis após 48 a 72 horas a partir da aplicação, levando a uma aparência mais relaxada e agradável. O efeito do tratamento dura em média de 3 a 6 meses. No tratamento do excesso de suor os efeitos se estendem por 6 a 8 meses. Para manutenção dos resultados, sugere-se nova aplicação após este período.

Dentre os efeitos colaterais possíveis, os mais comuns são a formação de pequeno hematoma ou inchaço transitórios na área de aplicação. Raramente pode ocorrer rebaixamento temporário de uma das pálpebras superiores no caso do tratamento das rugas de face.

O uso cosmético da toxina botulínica é um procedimento seguro, que vem sendo utilizado desde a década de 80, sendo o Brasil o segundo país do mundo em consumo de Botox®.

Suzana Kilian Lucena (CRM 5747)
Médica Dermatologista

Para saber mais, clique na imagem.


Fale conosco!